Medindo o trabalho voluntário: como e por que manter esta prática

Muito se fala do potencial dos programas de voluntariado empresarial para o desenvolvimento de talentos, capacitação dos colaboradores, aumento do engajamento interno, melhoria do relacionamento com a comunidade, etc. Mas como efetivamente comprovar tudo isso e mostrar para a liderança e demais stakeholders que o voluntariado faz sim grande diferença para a empresa? Neste post buscamos responder essa pergunta trazendo alguns motivos que justificam a importância da medição de resultados e como efetuá-la no seu programa de voluntariado. Boa leitura! Por que medir? Para podermos planejar, precisamos medir A falta de informações e dados gerenciais sobre o trabalho voluntário limita muito a realização de uma gestão efetiva do programa de voluntariado. Para formular um bom programa são necessários dados básicos […]

Continuar lendo


Quando ex-alunos passam a atuar como voluntários: um caso de transformação

Algumas ações voluntárias visam ajudar pontualmente uma causa ou organização. Mas há projetos sociais tão impactantes para as pessoas atendidas, que estas mesmas pessoas beneficiadas passam a se voluntariar pelo próprio projeto, tornando-se assim um agente que ajudará a transformar a vida de outras pessoas.Para uma empresa que procura instituições parceiras para seu Programa de Voluntariado, este pode ser um critério muito interessante de avaliação: quantas das pessoas beneficiadas voltaram para atuar como voluntárias? Obviamente, nem todo tipo de projeto social tem essa possibilidade, como por exemplo aqueles que atuam com meio ambiente, causa animal ou idosos. Mas projetos ligados a crianças ou jovens podem ter um grande potencial nesse aspecto. Recentemente conheci a Maysa Gil, coordenadora de projetos do […]

Continuar lendo


5 dicas para acolher um voluntário iniciante

Quando um voluntário chega a uma nova instituição, geralmente há uma pessoa responsável por recebê-lo e apresentar a entidade. Mas ainda assim é muito comum que os novatos se sintam um peixe fora d`água, sem saber por onde começar ou sem entender como sua dedicação poderá ajudar a entidade. Então, aí vão 5 dicas para acolher um voluntário de forma a deixá-lo envolvido e, principalmente, motivado! As dicas foram traduzidas e adaptadas desta publicação. Aí vão elas:

Continuar lendo