Manual da ONU mostra como voluntários podem contribuir com os ODS

Criado em 1970, o programa Voluntários das Nações Unidas (UNV, na sigla em inglês) é uma organização da ONU que contribui para a paz e o desenvolvimento através do trabalho voluntário em todo o mundo. A UNV trabalha com duas missões principais: a primeira é mobilizar voluntários para o Sistema das Nações Unidas e a segunda é advogar pela importância do voluntariado para o desenvolvimento mundial.

ONU

Como fruto deste trabalho, a UNV lançou recentemente um kit de materiais para orientar o trabalho de voluntários em prol dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), incluindo um manual com dicas preciosas sobre que tipo de atividades podem ser desenvolvidas por voluntários. Aqui no Blog já escrevemos sobre como usar o voluntariado para alcanças as metas de 2030; desta vez, fizemos uma tradução livre de um trecho do manual que consideramos bastante relevante para empresas. Confira abaixo:

 

Tipos de atividades em que o voluntariado pode contribuir:

O voluntariado pode contribuir para os ODS em todas as áreas temáticas (desde o objetivo 1 até o 17) e de várias maneiras, inclusive contemplando mais de um objetivo por vez. No Objetivo 17, a agenda 2030 menciona explicitamente grupos de voluntários como atores para a implementação de todos os objetivos.

Os voluntários podem fornecer conhecimentos técnicos. Por exemplo: em áreas como a saúde (Objetivo 3), educação (Objetivo 4), água limpa e saneamento (Objetivo 6), energias renováveis (Objetivo 7), ecossistemas sustentáveis (Objetivos 13, 14, 15), entre outros. Eles podem também desenvolver competências e habilidades e melhorar a empregabilidade, especialmente dos jovens e das pessoas com acesso limitado ao mercado de trabalho (Objetivo 8 e todos os outros).

Voluntários também têm um histórico comprovado de boas atitudes e são ótimos catalisadores de mudanças comportamentais. Isso se aplica, por exemplo, a questões como a igualdade de gênero (Objetivo 5), água limpa e saneamento (Objetivo 6), consumo responsável (Objetivo 12), mudanças climáticas (Objetivo 13), bem como no desenvolvimento de confiança, relacionamento e reconciliação, levando a um aumento do capital social e fortalecimento da paz (Objetivo 16).

 

Atividades relacionadas aos ODS para voluntários:

Os voluntários podem:

  • Sensibilizar sobre a agenda 2030 através de campanhas locais e propostas criativas, incluindo áreas remotas e com populações marginalizadas, a fim de educar para os ODS (todos os Objetivos);
  • Fornecer conhecimentos técnicos especializados para complementar serviços essenciais nas áreas dos chamados “assuntos inacabados dos ODM” (Metas 1 a 5), onde ainda falta ou são insuficientes, bem como em outras áreas (por exemplo, os Objetivos 6, 7, 13, 14 e 15);
  • Formar comportamentos e atitudes, ajudando a agenda a ser verdadeiramente transformadora, reforçando o conhecimento e a vontade de contribuir localmente para os ODS (por exemplo, os Objetivos 5, 6, 12, 13 e 16);
  • Mobilizar pessoas para desenvolver um senso de oportunidade e de propriedade em relação aos desafios que enfrentam, alavancando a ação coletiva em todos os Objetivos desde o planejamento, execução até o acompanhamento (Objetivo 17);
  • Desenvolver competências em diferentes áreas dos Objetivos através da transferência de conhecimentos e experiências, buscando também facilitar a divulgação de conhecimentos especializados locais (por exemplo, o Objetivo 8 e todos os outros);
  • Coletar dados, avaliar o progresso dos ODS e aumentar o conhecimento local através de formulários participativos de monitoramento, divulgação local e disseminação de ferramentas como o MY World 2030 (Objetivo 17 e todos os outros).

 

Conclusão:

No geral, ao aumentar o envolvimento das pessoas e as ações comunitárias, o voluntariado promove a apropriação local por soluções de desenvolvimento, aumentando sua capacidade de resiliência e prevenção a situações de crise – portanto, apoiando a realização de todos os Objetivos.

Os grupos de voluntários também podem desempenhar um papel significativo ao intermediar a conexão entre as estratégias e iniciativas governamentais com ações voluntárias complementares da comunidade (todos os Objetivos).

Combinar a ação de voluntários internacionais, nacionais e comunitários em um efeito cascata pode aumentar o alcance e multiplicar os resultados em todas as áreas dos objetivos.

 

Achou as dicas relevantes? Para conferir o documento na íntegra, clique aqui (em inglês).

banners-v2v-conheca-a-v2v.jpg

(Visited 358 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *