3 maneiras de engajar colaboradores sem tempo para o voluntariado

Tenho certeza que você, como gestor de Programa de Voluntariado, já ouviu diversas vezes a famosa frase “nossa, as ações que a empresa realiza são tão legais, mas infelizmente não tenho tempo para fazer trabalho voluntário”.

Já parou para pensar no enorme público que essas pessoas representam? E o quanto a participação delas poderia agregar para o programa de voluntariado, no aumento do impacto das ações e melhoria do clima organizacional? Então está na hora de uma estratégia voltada especificamente para este público e acabar de uma vez por todas com essa “falta de tempo”. 😉

tempo

 

Estratégias diferentes para perfis diferentes

Um programa de voluntariado de sucesso deve oferecer uma ampla gama de oportunidades para engajamento de diferentes perfis de colaboradores. Isso porque cada pessoa é única, seja em interesse ou disponibilidade. É importante pensar em diferentes tipos de atividades, públicos atendidos, formas de participação e níveis de engajamento.

Por exemplo, ações de mutirão realizadas em um único dia podem ser incríveis para quem quer ter a oportunidade de participar pontualmente de uma ação voluntária. Mas lembre-se que nem todos vão poder participar e um dos motivos pode ser justamente a escala de trabalho, ou então, no outro oposto, uma vida social que não comporta uma atividade voluntária.

O que fazer nesses casos? Separamos aqui 3 ideias que poderão te ajudar a resolver esse desafio:

1) Micro voluntariado

Uma tendência que tem se observado no voluntariado é o “micro voluntariado” (microvolunteering em inglês), que refere-se à atividade voluntária realizada em pequenos períodos de tempo. Normalmente não requer um processo de inscrição, seleção ou formação, somente poucos minutos ou horas. Outro diferencial é que não demanda um compromisso permanente por parte dos voluntários.

A ideia é simplesmente oferecer aos interessados uma série de tarefas fáceis que podem ser feitas a qualquer hora, em qualquer lugar, em seus próprios termos.

O micro voluntariado pode envolver qualquer coisa, desde assinar uma petição, retuitar uma mensagem, participar de um flashmob ou denunciar a quantidade de buracos em sua rua, por exemplo.

A grande maioria do micro voluntariado ocorre online: mais de 80% de acordo com uma pesquisa recente. Mas não precisaria ser assim. Cuidar da limpeza da praça local ou visitar um vizinho solitário por meia hora são dois exemplos de ações presenciais que demandam pouquíssimo tempo e são super relevantes.

A palavra de ordem neste tipo de voluntariado é a flexibilidade.

Mas para que o engajamento dos voluntários seja contínuo, não se esqueça de mensurar o impacto das ações, pois de acordo com a pesquisa citada anteriormente, 1 em cada 5 pessoas sentiu que sua ação não teve impacto, o que contribuiu para a decisão de interromper sua atuação.

Pense no micro voluntariado como uma abordagem crowdfunding que visa ajudar através da união de muitas pessoas que querem fazer a diferença. Portanto reúna não apenas números, mas também exposição na mídia, divulgação da causa, recursos mobilizados, etc.

Inspirações para o micro voluntariado

Recomendamos visitar o Help from Home, um site britânico com mais de 800 oportunidades para “mudar o mundo de pijama” (esse inclusive é o slogan deles). 😉

Em 2015 também já falamos sobre uma oportunidade muito bacana de micro voluntariado, o app Be MY Eyes, confira aqui.

2) Voluntariado digital

O voluntariado digital não é mais uma tendência, mas sim uma realidade cada vez mais comum. Neste tipo de trabalho os voluntários executam as tarefas à distância, utilizando recursos básicos, como computador e internet. Podendo, portanto, ser realizado tanto no local de trabalho (especialmente escritórios e funções administrativas), como de casa, do celular ou de qualquer dispositivo com conexão à internet.

Pessoas com mobilidade reduzida ou outras necessidades especiais também podem participar de maneiras que talvez não fossem possíveis no voluntariado presencial tradicional. De igual forma o voluntariado online pode permitir a superação de inibições ou ansiedades sociais que impedem algumas pessoas de se envolverem.

Além disso as atividades podem ser as mais variadas possíveis, como por exemplo:

  • Consultoria: avaliar projetos, planejamentos, contribuir com conselhos, experiências;
  • TI: criar sistemas, sites, jogos;
  • Comunicação: elaborar newsletters, revistas, jornais, conteúdos para sites e blogs;
  • Administração: gerenciar planilhas, orçamentos, processos, controle de pessoal, contas a pagar;
  • Tradução: traduzir artigos, apresentações, textos de divulgação;
  • Design: criar logotipo, identidade visual, papelaria.

Ou outras menos habituais, mas igualmente necessárias como:

  • Aconselhamento via telefone ou chat online para apoio emocional, administração de situações de crise, tutoria para estudantes etc;
  • Organização de campanhas para arrecadação de recursos (crowdfunding);
  • Força-tarefa de divulgação de eventos (ligações, disparo de e-mails etc);
  • Ajuda a estudantes na preparação para o ENEM (corretor de simulado, redação, elaborador de conteúdo etc)

Entre muitas outras possibilidades! Caso tenha um Portal de Voluntariado em sua empresa, essa modalidade de ação será ainda mais fácil de organizar e promover.

O voluntariado digital é prático, super acessível e, acima de tudo, eficaz. Podendo também ser uma modalidade de micro voluntariado conforme comentamos acima.

3) Voluntariado dentro da empresa

Você já imaginou oferecer uma oportunidade de ação voluntária durante o horário do almoço? Pois essa pode ser uma excelente solução para o problema da falta de tempo.

Aproveite esta 1 hora que todos os colaboradores possuem para convidá-los a dedicar alguns minutos para boas ações (ou se sua empresa permitir, faça também durante o horário de expediente). Nesta oportunidade, aproveite para mostrar como pequenas ações fazem a diferença e como quando trabalhamos unidos podemos ter um impacto muito maior.

Um caso inspirador aconteceu em 2012 quando a divisão norte-americana da empresa Zurich lançou a iniciativa “100 maneiras de servir” em comemoração ao 100° aniversário da empresa. A meta era realizar 100 projetos sociais durante o ano. Para isso, os colaboradores tinham a liberdade de planejar suas próprias atividades, porém enquanto surgiram diversas atividades de longo prazo e alto engajamento, muitos departamentos também optaram por rápidos projetos durante o horário do almoço, o que permitiu um grande engajamento com um pequeno tempo de dedicação.

Essa flexibilidade oferecida aos funcionários resultou em um maior engajamento na campanha e garantiu que a Zurich excedesse (e muito!) seu objetivo de 100 ações, com funcionários participando de mais de 500 projetos no decorrer daquele ano.

Outro exemplo de voluntariado no trabalho é da empresa americana Altria, que mobilizou mais de 100 funcionários durante o seu horário de almoço para montar 312 mochilas com materiais escolares a serem doadas para uma escola de baixa renda local. As doações atenderam aproximadamente 60% das necessidades de materiais dos estudantes e a maioria dos colaboradores precisou investir apenas de 2 a 3 minutos do seu horário de almoço para atingir esse incrível resultado!

Algumas ideais de ações rápidas e fáceis de organizar

  • Troca de cartas (conheça a ação Carta & Livro do Carrefour, clique aqui)
  • Confecção de cartões para públicos especiais (idosos em asilos, crianças em hospitais, etc)
  • Triagem de itens para doação
  • Mutirão de montagem de kits

Viu como a falta de tempo não é um empecilho para a participação nas ações voluntárias da empresa? Basta criatividade e organização para oferecer oportunidades que se encaixam até mesmo numa agenda apertada.

Boa mobilização!

 

Fontes:

https://www.theguardian.com/voluntary-sector-network/2017/apr/13/microvolunteering-what-is-it-and-why-should-you-do-it

http://blog.handsonsuburbanchicago.org/?p=2154

https://www.causecast.com/volunteering-at-the-office

(Visited 375 times, 1 visits today)

Um comentário sobre “3 maneiras de engajar colaboradores sem tempo para o voluntariado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *